• Mauá News

CONSÓRCIO EMITE NOTA OFICIAL E CIDADES ADEREM INTEGRALMENTE AO PLANO ESTADUAL.


Da redação.

O Consórcio Intermunicipal do Grande Abc emitiu ontem (22) nota oficial referente ao plano estadual apresentado pelo centro de contingência para ações de combate a Covid-19.

Pela nota, todos os prefeitos se comprometem a seguir na integra o plano estadual. A decisão foi tomada ontem à noite em reunião virtual com todos os prefeitos.

Assim, as sete cidades adotarão medidas de restrição iguais, mesmo tendo cada cidade sua particularidade.

O setor mais prejudicado é o de bares, já que não poderão funcionar para atendimento presencial.

Procurado pela reportagem o presidente da CDL Mauá Sr. Josué Arruda, lamentou a decisão e disse que cada cidade tem sua realidade o que torna ruim a adoção unificada.

Para Arruda, os prefeitos precisam levar em conta a vontade da população e não obrigar os comércios a pararem de atender.

Em relação a proposta do governador, Arruda criticou a falta de diálogo pelo estado com as entidades que representam os lojistas.

¨Se o problema é a aglomeração não faz sentido diminuir o horário de atendimento para oito horas, melhor seria estender os horários. Também deveriam contratar vagas de UTI na rede privada, medidas assim só trazem mais problema” Disse o presidente.

Segundo Arruda, outro problema apresentado pela decisão é a de que não estão unificados os serviços essenciais, sendo assim, algumas cidades terão alguns comércios abertos e outras não e disse que a CDL vai buscar incluir junto a prefeitura as atividades que não estão contempladas na cidade .

Quanto aos bares, a CDL vai solicitar mudanças no tratamento para que os comerciantes do ramo possam trabalhar no moldes dos restaurantes.

Também ontem (22) a noite a prefeitura de Mauá, emitiu nota aderindo integralmente ao plano estadual.

Confira a nota na integra:

Nota oficial - Reclassificação do Plano São Paulo

22/01/2021

O Governo do Estado de São Paulo anunciou, nesta sexta-feira (22/1), a reclassificação do Plano São Paulo, com regras mais restritivas de isolamento social.

Com a nova classificação, o Grande ABC passou para a fase 2-laranja (de controle) em dias úteis, das 6h às 20h. Atividades como comércio e serviços podem funcionar, mas terão suas capacidades reduzidas. As mudanças entram em vigor na próxima segunda-feira (25/1).

Os prefeitos do Grande ABC se reuniram, em assembleia extraordinária do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, e decidiram que vão seguir as medidas propostas pelo Governo do Estado.

Em relação às igrejas, o funcionamento será permitido com 50% capacidade e com 1,5 metro de distância entre as pessoas, respeitando todas as medidas de segurança e com uso de máscaras e álcool em gel.

O governo estadual determinou também que, aos fins de semana e feriados, todos os municípios paulistas fiquem na fase 1-vermelha (de alerta máximo), em que é permitido o funcionamento apenas dos comércios essenciais. Nos dias úteis, a fase vermelha valerá das 20h às 6h.

As prefeituras do Grande ABC reiteram que a população deve continuar colaborando com o isolamento social e seguindo os protocolos de higiene, com o objetivo de reduzir a contaminação pelo novo coronavírus e evitar a sobrecarga no sistema de saúde nos municípios.


4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Receba nossas atualizações

© 2023 por AsHoras. Orgulhosamente criado com Wix.com