• Mauá News

DÓRIA CEDE AS PRESSÕES DE POLÍTICOS E DE EMPRESÁRIOS E MEDIDAS COMPLEMENTARES SERÃO SUSPENSAS


Da redação.


Em pronunciamento hoje (01) o governador João Dória (PSDB) anunciou que a região do Grande ABC vai operar sem medidas mais restritivas como a proibição de trabalho de bares e restaurantes e horário de atendimento após as vinte horas. Também não haverá mais fase vermelha nos finais de semana e os lojistas poderão trabalhar normalmente.


A reclassificação foi divulgada pela secretária de desenvolvimento econômico Patricia Ellen que falou que a mudança se dará na quarta-feira (03), segundo a secretária houve queda de oito por cento acumulada com a queda de quatro por cento da semana anterior. “..houve o esforço de muitos e nos temos registrado esse cenario de estabilidade de casos e óbitos”, disse.


Segundo Patricia Grande São Paulo, Baixada Santista e Barretos tiveram grande melhora nos indicadores. E caso os índices continuem bons as medidas complementares serão suspensas.


MAUÁ – Medida já tinha sido anunciada na sexta-feira (29) pelo prefeito de Santo André e presidente do Consórcio do Grande ABC Paulinho Serra (PSDB). Paulinho anunciou que a região irá para a fase amarela acabando com as restrições de horários e fechamentos de lojas, bares e restaurantes. Segundo matéria em um jornal regional, a decisão de tirar o Grande ABC da fase laranja e levar para a fase amarela será tomada independentemente da posição do governador. Paulo Serra confirma que solicitou ao governador a reclassificação. “Sempre tentamos construir o diálogo. Caso isso seja negado, aí sim vamos para outra deliberação”, disse o prefeito de Santo André na matéria.


CDL MAUÁ – O presidente da CDL Mauá, Josué Arruda, considerou bastante positiva a atitude do Centro de Contigenciamento. Arruda entende que a população não quer ficar em casa e que medidas de restrição não tem funcionado, “muito bom que voltemos a normalidade, vimos como foi o final de semana e como a população estava na rua, é preciso continuar com o protocolo sem impedir os empresários de trabalhar” disse o presidente.


O prefeito de Mauá, Marcelo Oliveira não se pronunciou a respeito.


BAURU - Sem mencionar se vai ou não abrir o Hospital das Clínicas da cidade (HC de Bauru) a secretária e o governador criticaram a prefeita da cidade Suéllen Rosim (Patriota) que não seguiu o plano SP e não decretou o fechamento das lojas.


No domingo (31) houve na cidade uma carreata a favor da prefeita e contra o governador do estado. Irritado, Dória mencionou o encontro da prefeita com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que falou sobre a necessidade de investimentos em Bauru, e pediu apoio para a implantação do Hospital das Clínicas (HC) e seu futuro credenciamento como hospital universitário, o que facilitará o aporte de verbas federais específicas.


Anunciada pelo governador João Doria em abril de 2020 a inauguração do Hospital das Clínicas (HC) de Bauru ainda não aconteceu. Ela deveria ter ocorrido em 26/5, conforme promessa do governador amplamente noticiada, mas o que vem prevalecendo é um fiasco difícil de explicar. O HC de Bauru deveria estar funcionando, há semanas, como hospital de retaguarda para o Hospital Estadual de Bauru (HE), por meio de 40 leitos destinados ao atendimento de pacientes de Covid-19 de média complexidade. Só que isto não ocorreu, embora o número de casos da doença no Estado se aproxime de 200 mil (20% do total do país).

42 visualizações0 comentário

Receba nossas atualizações

© 2023 por AsHoras. Orgulhosamente criado com Wix.com