• Mauá News

DÓRIA PÕE REGIÃO NA FASE LARANJA, CDL MAUÁ PEDE LEITOS DE UTI PARA A CIDADE.


Da redação.

O governador João Dória (PSDB) colocou hoje (22) a Capital Paulista e toda a região da Grande São Paulo na fase laranja, que é mais restritiva em relação a fase atual (amarela).

Nos dias úteis a partir do dia vinte e cinco desse mês (25/01) será proibido a venda presencial em comércios não essenciais das 20h às 6h.

Já nos dias 30 e 31 de janeiro e 06 e 07 de fevereiro todo o estado estará na fase vermelha e os comércios não essenciais não poderão abrir.

Restaurantes e lanchonetes não poderão atender de forma presencial durante a fase vermelha (finais de semana e dias úteis após às 20h).

Já os bares não poderão atender presencialmente durante todo o período da fase laranja. A fase laranja será de vinte e cinco de janeiro (25) até o dia oito (8) de fevereiro, data que serão anunciadas novas mudanças.

PEDIDO DE NOVOS LEITOS

O presidente da CDL Mauá, Josué Arruda acredita que a regressão foi causada pela falta de planejamento do governo estadual e dos governos municipais por não terem criado novas vagas de UTI, e pela falta de cuidado da população durante o período eleitoral e final de ano. “Já fazem nove meses desde o início da pandemia e os governos não conseguiram criar vagas de UTI suficientes, mais uma vez os comerciantes vão ser penalizados” disse.

A CDL Mauá, protocolou ontem (21) na prefeitura e na câmara solicitação para que fossem criadas vagas de UTI nos hospitais particulares da cidade e em toda a rede pública.

Também foi solicitado a criação de uma comissão envolvendo diretores lojistas, vereadores, secretários e técnicos da saúde, para discutirem medidas conjuntas na questão da pandemia.

MARCELO OLIVEIRA CONSEGUE VERBA PARA NOVAS VAGAS

A alta de internações e a falta de UTIs são fatores que levam o sistema ao colapso. Em Mauá o prefeito Marcelo Oliveira (PT) anunciou ontem (21) que serão criadas dez vagas de UTI no Hospital Nardini. O prefeito conseguiu o repasse de R$ 1,4 milhão para a abertura de dez (10) leitos por apenas noventa (90) dias. Marcelo também fala sobre construir um novo hospital de campanha.

Já combalido o setor de bares e restaurantes serão diretamente afetados, já que alguns só poderão abrir para atendimento delivery.

ÁTILA QUESTIONA PREFEITO

Em vídeo nas redes sociais o ex-prefeito Átila (PSB) criticou o atual prefeito e falou que deixou R$ 9 milhões em caixa para o combate a Covid-19 “. você não precisa do governo do estado para construir o hospital de campanha eu te deixei nove milhões em caixa só para a Covid, use esse recurso e construa o hospital de campanha e comece a ajudar o povo” disse Átila em seu vídeo.



31 visualizações0 comentário